Compartilhe suas imagens no Tumbrl #eusougay

Como diria Nelson Cavaquinho, “o Sol há de brilhar mais uma vez”. Sim, porque depois de todas as fotos que estamos recebendo, posso afirmar que, antes mesmo de o vídeo ser editado e divulgado (e ele será lindo, podem apostar), marcamos o gol antes de entrar em campo. E diante de tantas fotos sensacionais, decidimos que é hora de criar um canal mais participativo. Por isso, quem quiser a partir de agora enviar sua foto também para o nosso Tumbrl, pode fazer isso mandando a imagem PARA CÁ.

Importante ressaltar que essas imagens precisam também ser enviadas para o e-mail projetoeusougay@gmail.com para que possamos usá-las no vídeo.

Em tempo: a imagem acima foi criada por uma criativa participante desse projeto chamada Jéssica.

Anúncios

Sobre carol

enough about me, let's talk about you

Publicado em abril 17, 2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 9 Comentários.

  1. Olá Carol,

    Curti seu projeto e por isso fiz um textinho divulgando ele no meu blog. Se quiser conferir é http://alemdaparada.blogspot.com/2011/04/faca-algo-bonito-enquanto-voce-pode-nao.html

    Minha namorada e eu estamos pensando em participar com uma foto nossa.

    Abs,

    May

  2. ahazou a foto ai!!!

    mas to aqui so pra dizer, qe a foto qe eu mandei pra vcs eu tbem postei em meu facebook, e lá ja teve 47 comentarios e 32 pessoas a curtiram!! ta um loosho!!
    fora a polemica toda da foto, pq nao sao todos qe entendem a finalidade da foto (msm dps de ser explicado!)… mas tbem está havendo mta aceitação, e ate apoio pro projeto!!

  3. Achei essa campanha a mais original e que atende ao momento no qual estamos inseridos. Quero muito participar. Como faço para enviar minha foto? Sou romancista inclusivo e autor de um romance gay chamado Proibido Amor e tenho um canal no Youtube (davyrodrigues) que tem feito uma diferença no contexto da busca pelos direitos humanos lgbtt. atualmente resido temporariamente nos USA e quero participar.

  4. Já colei o projeto no meu blog, mas tenho visto as participações mais incríveis! Parabéns!!!

  5. Apoiando o projeto tb no meu blog

    Parabéns pela iniciativa contra o preconceito!

  6. Gente, vim dar uma sugestão que eu acho importantissima pro projeto.
    Porque não anexamos também um EUSOUTRAVESTI e um EUSOUTRANSEXUAL? São categorias tanto quanto ou até mais discrimidadas. A sociedade tem uma visão ainda mais controversa, deturpada sobre eles. Visibilidade gay, respeito gay, todo mundo fala, e lógico que eles estão inseridos nessa questão, mas qual a porcentagem dos que vão lembrar deles nessa abordagem? Tem gente por aí que até respeita gay, mas pra respeitar um homem que se veste de mulher, ou um homem que é mulher por dentro e que se acha no corpo errado, “é outra história”, não é mesmo?
    Então, deixo minha dica ai.
    e eu, bem, #eusougay, #eusotravesti, #eusoutransexual

  7. Apoiando também! 🙂
    parabéns pelo projeto!
    bjos

  8. Gente, tipo assim, não é tumbrl, mas tumblr. Fica a dica, tá?

  9. A AIDS foi primeiramente relatada 5 de junho de 1981, quando o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, registrou o Pneumocystis carinii (conhecida por ser causada por Pneumocystis jirovecii) em cinco homossexuais em Los Angeles, Califórnia.[64] No início, o CDC não tinha um nome oficial para a doença, muitas vezes referindo-se a ela por meio das doenças que foram associados a ela, como por exemplo a linfadenopatia, a doença que os descobridores do HIV originalmente nomearam o vírus.[20][21] Eles também utilizaram o nome “Sarcoma de Kaposi e infecções oportunistas”, nome pelo qual uma força-tarefa havia sido criada em 1981.[65]

    Na imprensa geral, o termo “GRID”, sigla para “Gay-related immune deficiency”, já havia sido cunhado.[66] O CDC, em busca de um nome e observando as comunidades infectadas, criou o termo “a doença dos 4Hs”, referindo-se aos haitianos, homossexuais, hemofílicos e usuários de heroína.[67] No entanto, depois de determinar que a AIDS não era uma doença exclusiva da comunidade homossexual,[65] o termo “GRID” tornou-se enganoso e o termo “AIDS” foi criado em uma reunião em julho de 1982.[68] Em setembro 1982, o CDC começou a usar o nome de AIDS e adequadamente definiu da doença.[69]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: